Museu do Cinema de Antonio Vituzzo no Cambuci

Museu do Cinema de Antonio Vituzzo no Cambuci

O Museu do Cinema de Antonio Vituzzo no Cambuci, é um lugar que nasceu do sonho de um paulistano. Capaz de despertar, mesmo entre as crianças, a nostalgia dos Anos Dourados.

No tempo em que as famílias se acomodavam para se encantar diante da tela de 250 metros quadrados, a maior do mundo, do Cine República.

Por esta e outras boas lembranças que Antonio Vituzzo, falecido aos 70 anos, abriu por muitos anos, todos os dias, o seu Museu de Cinema. Apesar da simplicidade, é considerado o mais completo do País. E recebeu durante muitos anos, com entrada gratuita, sorriso franco e água fresca, centenas de estudantes.

O acervo fica em um sobrado na Avenida Lins de Vasconcelos 1.125, no bairro do Cambuci. Quem vê a fachada tão igual a tantas outras, não pode imaginar que aquele espaço também vale o enredo de um filme. Subindo as escadas, depara-se com as paredes cobertas de fotos e cartazes.

Há imagens de 1895 anunciando os filmes dos irmãos Auguste e Louis Lumière, inventores oficiais do cinema. Tem também cenas do cinema mudo de Harold Lloyde, Charles Chaplin, Buster Keaton e comédias de O Gordo e O Magro.

Há até um cartaz de 1925 apresentando "Cobra" com Rodolfo Valentino, o italiano que foi o grande mito da Metro nos Estados Unidos. "Está vendo como é rica a história da sétima arte?", indagou Vituzzo. "Quando vi a rápida evolução das máquinas e do próprio cinema, decidi sair atrás das filmadoras, projetores e filmes antigos e preservar essa memória sensível e bonita." Antonio Vituzzo apresentava o museu com satisfação.

Servia água ou suco aos visitantes. No primeiro e segundo andar, são onze salas onde ficam uma infinidade de fitas de longa e curta-metragem, centenas de câmeras, projetores e máquinas fotográficas. Quase quatro mil peças que ele foi garimpando e comprando sozinho ao longo dos últimos 50 anos.

"Preservar a memória é lutar contra o tempo", disse. "A história do cinema parece que está ameaçada de desaparecer. Muitos negativos de grandes filmes do passado, especialmente aqueles feitos à base de nitrato de prata, desapareceram. Minha preocupação foi sair atrás daquilo que restou.

Fui reunindo câmeras, projetores, máquinas fotográficas e todo o material que pudesse contar essa história." Incentivado pela mulher, dona Inês, Vituzzo foi investindo as suas economias em um sonho. Nas décadas de 60 e 70, tentou convencer empresários a ajudá-lo a patrocinar a fundação do museu.

"Eu queria um lugar para expor o acervo com todo o critério que o cinema merece, mas não consegui. Resolvi adequar um imóvel próprio." Como precisava acomodar todo o material, Vituzzo acabou fazendo uma construção irregular na segunda laje. "Não tenho condições econômicas para regularizar a construção que, o prefeito Jânio Quadros, na época, autorizou porque reconheceu sua finalidade cultural. Desde então, só tenho levado multas."

Horário de Funcionamento:
Segunda a Sexta, das 8 às 11h

Museu do Cinema de Antonio Vituzzo no Cambuci
Avenida Lins de Vasconcelos, 1125 - Bairro Cambuci - São Paulo - SP
CEP: 01537-000
(11) 3207-1829




  Sobre o EncontraCambuci
Fale com EncontraCambuci
ANUNCIE: Com Destaque | Anuncie Grátis

siga o Encontra Cambuci no Facebook siga o Encontra Cambuci no Twitter Encontra Cambuci no Google+


Termos EncontraCambuci | Privacidade EncontraCambuci